Terça-feira, 10 de Abril de 2007

O MUNDO SAÍDO DA GUERRA


 ALTERAÇÕES NO PÓS GUERRA.

A 2º Grande Guerra implicou um enorme sofrimento para a Humanidade, cerca de 50 milhões de mortos no total, com grande devastação e número de vítimas particularmente na URSS, Polónia, Alemanha, China e Japão.

Para reseolver os problemas resultantes da guerra os Aliados, reuniram-se em várias conferências com destaque para as de Yalta (na Crimeia- URSS) e em Potsdam (Alemanha). Destas conferências saíram importantes decisões para a Europa e para o Mundo:

* Desmembramento da Alemanha e da Áustria em quatro zonas de ocupação (a cargo dos EUA, Inglaterra, França e URSS), com a finalidade de destruir os vestígios de nazismo;

* Criação em Nuremberga (antiga capital da Alemanha Nazi) de um tribunal internacional para julgar criminosos de guerra;

* Criação de uma instituição internacional - Organização das Nações Unidas - destinada a resolver, pacificamente, os conflitos entre as nações;

Em consequência dos acordos assinados, criou-se um novo mapa político da Europa. A URSS foi a principal beneficiária, pois anexou os paises bálticos, parte da Alemanha Oriental, territórios da Roménia, Finlândia e Checoslováquia. Em termos políticos há que destacar o facto dos regimes fascistas serem extintos e de, na Europa de Leste, se terem implantando governos comunistas.


RECONSTRUÇÃO E POLÍTICA DE BLOCOS:

Em 1945 a Europa tinha perdido o prestígio e a importância que teve durante séculos, os grandes vencedores da guerra foram os Estados Unidos e a União Soviética (URSS).

Depois de terem lutado como aliados na 2ª Grande Guerra, os Americanos e Soviéticos converteram-se em inimigos. Esta oposição explica-se pelas ideologias políticas e económicas diferentes que defendiam: os EUA seguiam o capitalismo e a URSS o comunismo

Entre 1946 e 1947, as divergências entre americanos e soviéticos acenturaram-se, provocando uma profunda divisão na Europa:

- No Ocidente, os EUA tomaram medidas para combater a miséria e o descontentamento popular e para travar o expansionismo soviético. Em 1947, o general norte-americano George Marshall propôs aos paises europeus um programa de reconstrução económica, através da destruibuição de 13 mil milhões de dólares, sob a forma de donativos e emprestimos, matérias-primas e produtos industrializados (Plano Marshall);

- No Leste da Europa, a URSS apoiou a formação de regimes comunistas, como no caso da Roménia, Bulgária, Hungria, Checoslováquia e Polónia- governos que aliados dos soviéticos, suprimiram as liberdades políticas, colectivizaram a terra e nacionalizaram as empresas. Em resposta ao plano Marshal, a União Soviética propôs-se a ajudar também seus aliados, com a criação do COMECON (Conselho para Assistência Econômica Mútua), instuição que tinha tinha como objectivo a recuperação dos países da Europa Oriental.

 A OPOSIÇÃO ENTRE OS BLOCOS: A GUERRA FRIA

A partir de 1947, o mundo viveu na iminência de um confronto directo entre as duas superpotências: foi o início da guerra fria. No decorrer da mesma, URSS e EUA agrediam-se através e ameças e da propaganda, sem todavia chegar a um confronto directo.

A definição para a expressão guerra fria é de um conflito que aconteceu apenas no campo ideológico, não ocorrendo um embate militar declarado e directo entre Estados Unidos e URSS. Até mesmo porque, estes dois países estavam armados com centenas de mísseis nucleares. Um conflito armado directo significaria o fim dos dois países e, provavelmente, da vida no planeta Terra.

As duas potências envolveram-se numa corrida armamentista, espalhando exércitos e armamentos em seus territórios e nos países aliados. Nesta época, formaram-se dois blocos militares, cujo objetivo era defender os interesses militares dos países membros.

A OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (surgiu em 1949) era liderada pelos Estados Unidos e tinha suas bases nos países membros, principalmente na Europa Ocidental: Itália, Inglaterra, Alemanha Ocidental, França, Suécia, Portugal, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Áustria e Grécia.

O Pacto de Varsóvia (formado em 1955) era comandado pela União Soviética e defendia militarmente os países socialistas: Romênia, Alemanha Oriental, Checoslováquia e Polônia, Hungria e Bulgária.


OS EPISÓDIOS DA GUERRA FRIA


Bloqueio de Berlim (Junho/1948 - Maio/1949)

Após a derrota alemã na Segunda Guerra, os países vencedores lhe impuseram pesadas sanções. Entre elas a divisão da Alemanha em 4 zonas de influência, cada uma chefiada por um dos vencedores: Estados Unidos, França, Reino Unido e União Soviética. Berlim, a capital da Alemanha, também foi dividida, mesmo estando totalmente em território de influência soviética. Então a comunicação entre o lado ocidental da cidade fragmentada e as outras zonas era feita por pontes aéreas e terrestres.
Em 23 de Junho de 1948, todas as rotas terrestres com Berlim ocidental foram fechadas pelas tropas soviéticas, numa violação dos acordos da Conferência de Ialta.
Para não abandonar a zonas ocidental de Berlim e dar vitória à União Soviética, os países ocidentais criaram grande ponte aérea, em que os aviões americanos levaram mantimentos aos mais de dois milhões de berlinenses que viviam no ocidente da cidade. Estaline reconheceu a derrota dos seus planos em 12 de Maio de 1949.

Pouco depois, as zonas americana, francesa e britânica unificaram-se, fundando República Federativa da Alemanha, ou Alemanha Ocidental), cuja capital era Bona. Da zona soviética, nasceu a República Democrática Alemã, ou Alemanha Oriental), com capital Berlim, a porção oriental.

Guerra da Coreia:

Entre os anos de 1951 e 1953 a Coréia foi palco de um conflito armado de grandes proporções. Após a Revolução Comunista ocorrida na China, a Coreia sofre pressões para adoptar o sistema socialista em todo seu território. A região sul da Coreia resiste e, com o apoio militar dos Estados Unidos, defende seus interesses. A guerra dura dois anos e termina, em 1953, com a divisão da Coréia no paralelo 38. A Coréia do Norte ficou sob influência soviética e com um sistema socialista, enquanto a Coréia do Sul manteve o sistema capitalista.

Guerra do Vietname:

Este conflito ocorreu entre 1959 e 1975 e contou com a intervenção direta dos EUA e URSS. Os soldados norte-americanos, apesar de todo aparato tecnológico, tiveram dificuldades em enfrentar os soldados vietcongs (apoiados pelos soviéticos) nas florestas tropicais do país. Milhares de pessoas, entre civis e militares morreram nos combates. Os EUA saíram derrotados e tiveram que abandonar o território vietnamita de forma vergonhosa em 1975. O Vietname passou a ser socialista.

Crise dos Mísseis de Cuba(1962)

Cuba sofreu uma revolução em 1959 que instaurou a ditadura de Fidel Castro, de inspiração comunista a partir de 1961.
Em 1962, a União Soviética foi descoberta construindo 40 bases nucleares em Cuba. Segundo Khrushchev, presidente da URSS, a medida era puramente defensiva, para evitar que os Estados Unidos tentassem invadir a ilha de Fidel Castro.
Rapidamente,Kennedy, presidente norte-americano tomou medidas contrárias, posicionando navios militares no mar das Caribas, fechando os contatos marítimos entre a União Soviética e Cuba (bloqueio naval). Em 28 de Outubro Nikita Khrushchov foi obrigado a ceder, concordando em retirar os mísseis nucleares soviéticos da ilha de Cuba

Fim da Guerra Fria:

A falta de democracia, o atraso económico e a crise nas repúblicas soviéticas acabaram por acelerar a crise do socialismo no final da década de 1980. Em 1989 cai o Muro de Berlim e as duas Alemanhas são reunificadas. No começo da década de 1990, o então presidente da União Soviética Gorbachev começou a acelerar o fim do socialismo naquele país e nos aliados. Com reformas económicas, acordos com os EUA e mudanças políticas, o sistema foi se enfraquecendo. O capitalismo vitorioso, aos poucos, iria sendo implantado nos países socialistas.

 

Divisão da Alemanha no Pós-Guerra

Divisão da Alemanha no Pós-Guerra
 

Construção do Muro de Berlim em 1961

Construção do Muro de Berlim em 1961
 

O Muro de Berlim (1961-1989)

Em 1961, o Governo da Alemanah de Leste (RDA) construiu um muro separando as partes ocidentais e oriental da cidade de Berlim. Este muro simbolizava a divisão da Alemanha e da Europa no período da Guerra Fria. Muitas famílias ficaram separadas e os alemães de Leste foram proibidos de se deslocarem e até de visitarem a Alemanha Ocidental. O muro só foi destruído em 1989, pouco antes da reunificação alemã.
 

 

 

 

publicado por nonoahistoria às 23:12
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Júlio ferreira nº 14 9ºA a 16 de Abril de 2007 às 21:19
Bem isto vai ajudar!


De Júlio ferreira a 16 de Abril de 2007 às 21:49
Stor, para os alunos ficarem mais motivados podia criar um forum em vez do bolg. Bem, é a mesma coisa que o bolg, só tem uma pequenas diferenças. Se estiver interessado clique na hiperligação onde está o meu nome.


De martim nº19 a 17 de Abril de 2007 às 19:55
Stor obrigado por este resumo. Vai dar muito jeito para estudar. Mas eu tenho uma dúvida: Se o Vietname era colónia francesa, por que razão se meteram os EUA e a URSS?


De carolina a 13 de Março de 2008 às 17:04
Valeu pelo o resumo, espero ir bem na prova de geografia que vou ter hoje,rsrsrsrs...

fuiiii!!!!!


De Francisco Lopes nº10 a 22 de Abril de 2007 às 15:39
Obrigado por este resumo que certamente será útil para estudar.


De Ana Filipa a 7 de Maio de 2011 às 14:05
As alianças económicas e militares realizadas pelos E.U.A. e U.R.S.S. foram a OTAN e o Pacto de Varsóvia?


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. VIAGEM DE FINALISTAS

. Portugal: do Autoritarism...

. AS SOCIEDADES OCIDENTAIS ...

. DA CECA À UNIÃO EUROPEIA

. O MUNDO SAÍDO DA GUERRA

. BOAS FÉRIAS E PÁSCOA FELI...

. O FIM DA GUERRA E SUAS CO...

. REGIMES TOTALITÁRIOS NA E...

. GUERRA CIVIL ESPANHOLA

. A ERA ESTALINISTA NA U.R....

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds